A Cantina Amarela da Universidade de Coimbra (UC) reabre ao público, completamente reconstruída, pelas 12h00 de amanhã (quinta-feira, dia 28). As obras de reedificação deste espaço alimentar tiveram um custo de 1,3 milhões de euros, pagos inteiramente por verbas da UC.

A Cantina Amarela assume uma configuração diferente da que lhe era conhecida, reabrindo ao serviço dos membros da comunidade universitária numa lógica de espaço alimentar multifuncional. A área central, destinada ao consumo de refeições, é rodeada por cinco pontos de venda. No imediato, serão abertos dois desses pontos com a reposição da oferta de produtos de cafetaria e baguetes recheadas (que tinha sido provisoriamente transferida para o átrio do complexo central de cantinas). A remodelação também dotou a cantina de um espaço de convívio/sala de estudo, com equipamento audiovisual e mobiliário transmutável num palco de pequenas dimensões, que possibilitará a realização de atividades culturais. A cafetaria funcionará entre de segunda a sexta-feira, entre as 8h30 e as 16h30, e a área de refeições rápidas igualmente de segunda a sexta, entre das 11h00 às 21h00.

O espaço alimentar – batizado pelos estudantes de Cantina Amarela, em alusão à cor predominante na fachada e no mobiliário original – reabre, assim, completamente renovado. A obra, cujo valor ascendeu a 1,3 milhões de euros (incluindo uma segunda fase da empreitada, ainda em curso, numa pequena parcela da cantina), constitui mais um exemplo do esforço realizado pela Universidade de Coimbra para garantir a melhoria das medidas de ação social indireta disponibilizadas a todos os membros da academia. Espera-se que esta nova unidade de oferta diversificada contribua, em larga medida, para o melhoramento da rapidez do atendimento e da qualidade dos serviços prestados no complexo central de cantinas.

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »