Academia

Caminhos com balanço positivo apesar de ano atípico

A cerimónia de encerramento da XXVI Edição do Festival Caminhos do Cinema Português tem lugar a 28 de novembro, às 18h no Teatro Académico de Gil Vicente.

25 novembro, 2020≈ 3 mins de leitura

© DR

#ACulturaÉSegura é um lema que tem sido repetido recentemente e que a XXVI edição do Festival Caminhos do Cinema Português quer reforçar. Num ano atípico, cheio de incertezas e restrições, o Festival “procurou, acima de tudo, assegurar os interesses dos espectadores, mantendo acessibilidade à filmografia selecionada” sem desprezar a própria cultura da sala de cinema, declara Tiago Santos, um organizadores dos Festival Caminhos do Cinema Português.

O balanço, no geral, é positivo e quando questionado sobre o público, Tiago Santos revela que ficaram ” surpreendidos por haver uma participação bastante relevante do público de Coimbra, e não só, nas sessões”. Mesmo em altura de pandemia, “há uma fidelidade do público para com o Festival e o cinema Português”, acredita. Com “os caminhos” ainda a decorrer, a organização está “muito satisfeita com a participação das pessoas”.

A cerimónia de encerramento da XXVI Edição do Festival Caminhos do Cinema Português tem lugar a  28 de novembro, pelas 18 horas no Teatro Académico de Gil Vicente. O evento vai contar com a presença da banda conimbricense The Twist Connection e cineastas. Durante a cerimónia vão ser entregues cerca de 30 distinções aos mais de 200 filmes em competição “provando, assim, que o cinema português está vivo e que temos, de facto, razões de sobra para celebrá-lo”, finaliza a organização.

 

Karine Paniza e Marta Costa
Partilhe