Cultura

Casa do Cinema de Coimbra promove ciclo Mimesis

Entre 19 de maio e 17 de junho, vão estar em exibição quatro filmes, com várias sessões.

20 maio, 2022≈ 2 mins de leitura

A Casa do Cinema de Coimbra está organizar, de 19 de maio a 17 de junho, o ciclo Mimesis, co-promovido pela Universidade de Coimbra e integrado nos eventos convergentes do ciclo de Teatro e Artes Performativas com o mesmo nome - Mimesis.

A programação inclui quatro filmes que se propõem enriquecer o tema ‘Tempo’ e onde o espetador o questiona, seja pelo direto confronto com falta de linearidade, seja pela remoção da comparação com o exterior e com o fenomenal, pela experiência imersiva do cinema.

Destaca-se o filme "Vortex", de Gaspar Noé, que tem estreia nacional neste evento (programação completa em baixo).

Bilhetes Pontuais:
Normal — 5€
Reduzidos — 4€
Sócios CCP — 2€

Passes 10 Sessões:
Normal — 30€
Reduzido — 25€

A Casa do Cinema de Coimbra abre a sua bilheteira 30 minutos antes de cada sessão e situa-se no piso 0 das Galerias Avenida na Av. Sá da Bandeira. Acompanhe a agenda completa da Casa do Cinema de Coimbra aqui.

"Vortex" de Gaspar Noé (2021, França/ Bélgica/ Mónaco, 132’, M/14) - ESTREIA NACIONAL


Um pseudo-documentário sobre os últimos dias de um casal apaixonado acometidos pela idade e demência.

Sessões:
19 de maio 21:30
20 de maio 18:00
21 de maio 21:30
25 de maio 18:00

“O Farol” de Robert Eggers (2019, EUA/ Canadá, 109’, M/16)


Finais do século XIX. Ephraim Winslow (Robert Pattinson) chega a uma ilha isolada junto à costa de Nova Inglaterra (EUA) para trabalhar como ajudante de faroleiro durante quatro semanas. Nesse período, terá de responder ao irritável Thomas Wake (Willem Dafoe), o encarregado. As semanas vão passando e, sentindo a opressão do isolamento e das violentas tempestades, os dois homens tentam fazer o seu trabalho e passar o tempo o melhor que lhes é possível. No meio de provocações, conflitos e algumas confidências, tudo acompanhado por doses generosas de álcool, a sua relação vai-se deteriorando gradualmente, até ambos serem levados aos limites da insanidade.

Sessões:
26 de maio 15:00
27 de maio 18:00
28 de maio 21:30 - Apresentação por Bruno Fontes
3 de junho 15:00

“Dor e Glória” de Pedro Almodóvar (2019, Espanha, 113’, M/16)


O espanhol Salvador Mallo possui uma extensa e aclamada carreira internacional como realizador de cinema. Agora, solitário, doente e a atravessar uma crise de inspiração, faz uma reflexão sobre as escolhas feitas ao longo da vida. As suas memórias conduzem-no à infância, numa pequena aldeia espanhola, até aos tempos de juventude e idade adulta, já na cidade de Madrid. Essa viagem fá-lo avaliar a sua relação com os pais, os amigos e amantes; assim como os sentimentos de alegria, tristeza e perda que foram deixando marcas profundas e o transformaram no que é hoje, enquanto homem e cineasta.

Sessões:
2 de junho 21:30
3 de junho 18:00
4 de junho 21:30
8 de junho 18:00 - Apresentação por Rita Alcaire

"Ema" de Pablo Larraín (2019, Chile, 107’, M/16)


Depois de um longo e penoso processo de adopção, Ema, uma bailarina de "reggaeton", e o seu marido, Gastón, ficam responsáveis por cuidar de Polo, um menino órfão que nunca conheceu a estabilidade de uma família. A adaptação revela-se mais difícil do que imaginavam e algum tempo depois, Polo provoca um acidente que fere gravemente a irmã de Ema. Este incidente terrível deixa marcas e faz com que Ema tome a decisão de devolver a criança. Isso vai mudar radicalmente a forma como Ema e Gastón se vêem um ao outro, a si mesmos e ao mundo que os rodeia.

Sessões:
9 de junho 21:30
10 de junho 18:00
15 de junho 15:00
17 de junho 18:00

Partilhe