Academia

Coimbra parou porque na Sé Nova se ouviu "a alma do estudante"

Cerca de seis mil estudantes entraram no recinto improvisado no Largo da Feira dos Estudantes, junto à Sé Nova. E outros ainda ocuparam as zonas envolventes para ouvir a Serenata Monumental. Mesmo em outubro, arrancou com emoção a Queima das Fitas 2021.

22 outubro, 2021≈ 2 mins de leitura

© UC | Marta Costa

Ainda se via o Sol na Alta Universitária e eram muitos os estudantes que iam passando, já de capa aos ombros. O palco foi-se montando ao longo da tarde, com um recinto fechado e limitado aos seis mil bilhetes disponibilizados pela Comissão Organizadora da Queima das Fitas 2021 e que rapidamente esgotaram. À entrada era necessário apresentar certificado de vacinação ou teste antigénio e estava recomendado o uso de máscara. E de forma ordeira, os estudantes da Universidade de Coimbra (UC) foram entrando, ocupando o espaço em frente à Se Nova.

"Pede-se à Academia que faça silêncio porque se vai ouvir a alma do Estudante", apelou-se do topo das escadas. E, após as doze badaladas da Cabra, na Torre da Universidade ali ao lado, a Seção de Fado da Associação Académica de Coimbra levou aos estudantes a Serenata Monumental da Queima das Fitas, dando início à festa.

Não foi na Sé Velha, nem foi em maio, como é habitual na Queima das Fitas, mas o sentimento foi unânime, entre estudantes e organização. É um regresso da "maior festa de estudantes do País".

Com boas expetativas para o evento, após uma rápida venda dos bilhetes disponibilizados, o desejo da organização "é que, acima de tudo, os estudantes aproveitem e que este seja mais um momento marcante da sua vida académica", afirma o coordenador geral da Comissão Organizadora da Queima das Fitas 2021, Carlos Missel.

Para além disso, "é um momento de regresso a alguma normalidade" sublinha o responsável que não deixa esquecer "a responsabilidade que está acima dos ombros".

Natural de Coimbra, o presidente da Direção-geral da Associação Académica de Coimbra, João Assunção, assume que cresceu "a admirar este momento" [da Serenata Monumental]. Interligar a vivência pessoal à vivência de dirigente associativo "enche-me de comoção e emoção", referiu, destacando a associação "ao retorno de uma academia e da sua expressão artística depois de quase dois anos parada".

"Quero que este momento seja marcante para que se retome à plena normalidade na academia coimbrã", refere o dirigente estudantil.

Conheça o alinhamento completo da Serenata Monumental da Queima das Fitas 2021 aqui.

Saiba mais sobre a organização da Queima das Fitas 2021 aqui. Conheça o Cartaz das Noites do Parque 2021 aqui.

Assista à Serenata Monumental na íntegra, uma produção da TvAAC - Televisão da Associação Académica de Coimbra, aqui.

Partilhe