Eventos

Luís Portela vem à FPCEUC falar de Ciência, Espiritualidade e Educação

Luís Portela é o orador convidado para a palestra que tem lugar a 25 de novembro.

23 novembro, 2021≈ 2 mins de leitura

A Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra (FPCEUC) recebe na quinta-feira, 25 de novembro, a conferência Ciência, Espiritualidade e Educação, da autoria de Luís Portela, Doutor Honoris Causa da Universidade de Coimbra em 2016 [veja a notícia aqui: https://noticias.uc.pt/artigos/universidade-de-coimbra-atribui-doutoramento-honoris-causa-a-luis-portela/].

A palestra, integrada nas dinâmicas pedagógicas da graduação em Ciências da Educação, nomeadamente no Doutoramento em Ciências da Educação, tem início previsto para as 14 horas, no anfiteatro Joaquim Ferreira Gomes.

Mais informações aqui.

Dados Biográficos do Doutor Luís Portela (Fonte: BIAL)


Nascido em 1951 no Porto, Luís Portela é licenciado em Medicina pela Universidade do Porto. Exerceu atividade clínica no Hospital de S. João apenas durante três anos e foi docente da Universidade do Porto durante seis anos, onde lecionou a cadeira de Psicofisiologia.
Desligou-se da carreira médica e universitária para se dedicar à gestão de empresas. A sua atividade empresarial foi iniciada com vinte e um anos e aos vinte e sete assumiu a presidência dos Laboratórios Bial, cargo que exerceu até Janeiro de 2011, tendo nessa altura passado a presidente não executivo.
Sob a sua presidência, em cerca de trinta anos, a Bial tornou-se a primeira empresa farmacêutica internacional de inovação de origem portuguesa, operando atualmente em 58 países. No Grupo Bial criou e desenvolveu dois Centros de Investigação, um na Trofa e outro em Bilbau, onde trabalham atualmente 107 pessoas, das quais trinta e cinco são doutoradas. No centro da Trofa foi criado o primeiro medicamento de investigação portuguesa a ser lançado, a partir de 2009, no mercado global.
Em 1994 criou conjuntamente com os Laboratórios Bial e o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas a Fundação Bial, tendo como objetivo incentivar a investigação centrada sobre o ser humano, tanto sob os aspetos físicos como sob o ponto de vista espiritual. A Fundação teve desde então cerca de 1.200 bolseiros em investigação científica de 25 países diferentes na área das Neurociências. Também atribui um dos maiores prémios europeus de Saúde – o Prémio Bial.
Partilhe