Cultura

Patrimónios de Influência Portuguesa em livros

As obras “O património defensivo de Goa 1510-1660"; "Há vila além da costa"; "Laboratório(s) da Preguiça" e "Patrimónios Contestados” foram apresentados no III/UC.

24 junho, 2021≈ 4 mins de leitura

© UC | Paulo Amaral

São quatro obras “muito diversificadas” e que mostram um pouco do trabalho desenvolvido pela Cátedra UNESCO em Diálogo Intercultural em Patrimónios de Influência Portuguesa. O exterior do Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra (III/UC) recebeu a apresentação pública das obras “O património defensivo de Goa 1510-1660″; “Há vila além da costa”; “Laboratório(s) da Preguiça” e “Patrimónios Contestados”.

De acordo com o coordenador da Cátedra, Walter Rossa, encontramos desde “publicações com um caráter científico elevado, que resultam de revisões de tese de doutoramento do curso, como resultados de ações de cooperação” e mesmo uma “sebenta” de uma ação de formação.

Um reflexo da diversidade da própria Cátedra: “não nos restringimos aos PALOP nem CPLP. Na Cátedra vamos não só onde há língua portuguesa, mas também onde há influência portuguesa”. Duas das obras resultam do trabalho de revisões de teses de doutoramento. Explica Walter Rossa que um “é um trabalho de inventário, interpretação e levantamento do sistema fortificado de Goa, um dos mais significativos apesar de desconhecido”, já outro incide sobre a formação da rede urbana de Cabo Verde.

Com “um caráter completamente diferente”, surge “uma reflexão” que resulta de uma “ação de cooperação e planeamento estratégico” com o Departamento de Arquitetura e a Escola de Artes do Mindelo.

Após a realização de um curso online, em parceira com o Jornal Público, foi ainda realizada a coleção de textos de todos os formadores, tornando-se o que o Walter Rossa apelida de “a sebenta do curso”. É “uma forma de poder dar acesso ao conteúdo dado nesse curso” a quem não teve oportunidade, acrescentou.

Apresentação livros III PauloAmaral UC2021 02

Foto: UC | Paulo Amaral

“O património defensivo de Goa 1510-1660”, da autoria de Nuno Lopes, foi apresentada por Walter Rossa (Departamento de Arquitetura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra). “Há vila além da costa – Urbanidade(s) em Cabo Verde no século XIX”, de Fernando Pires, foi apresentado por Leão Lopes, (Atelier Mar e M_EIA, Mindelo, Cabo Verde) e Sérgio Padrão Fernandes (Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa). A obra “Laboratório(s) da Preguiça – Programa de Desenvolvimento Integrado e Salvaguarda” tem uma organização conjunta de Nuno Lopes, Walter Rossa, Leão Lopes, Adelino Gonçalves e Valdemar Lopes e foi apresentada por Leão Lopes e Valdemar Lopes (Atelier Mar e M_EIA, Mindelo, Cabo Verde). Foi ainda apresentada a obra “Patrimónios Contestados”, organização de Miguel Bandeira Jerónimo e Walter Rossa e apresentação a cargo de José Pedro Monteiro (Centro de Estudos Sociais da UC).

A apresentação das obras decorreu no âmbito do programa do colóquio “Mundos do patrimónios: temas, casos, perspetivas“, organizado pelo Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra e que teve lugar entre 23 e 24 de junho. Com um programa repleto de comunicações dos estudantes, o objetivo do evento foi, para além da partilha, “para que a família do curso se volte a encontrar presencialmente”, acrescenta Walter Rossa.

Mais informações sobre o trabalho desenvolvido pela Cátedra em http://www.patrimonios.pt/

 

Marta Costa
Atualização
21/09/2021 17:03:58
Partilhe