Mérito

Projeto do Atelier do Corvo nomeado para prémio europeu de arquitetura

O Atelier foi fundado por Carlos Antunes e Désirée Pedro, ambos docentes da Universidade de Coimbra.

10 setembro, 2021≈ 3 mins de leitura

© DR

O projeto de remodelação de um dos edifícios da Casa de Saúde Rainha Santa Isabel, em Condeixa-a-Nova, concretizado pelo Atelier do Corvo, está nomeado para o prémio europeu de arquitetura Mies va der Rohe 2022.

O Atelier do Corvo foi fundado por dois professores convidados da Universidade de Coimbra, Carlos Antunes e Désirée Pedro.

A organização do Prémio da União Europeia para Arquitetura Contemporânea Mies van der Rohe 2022 anunciou um novo grupo de 85 projetos nomeados, entre os quais três em Portugal, juntando-se aos 447 (19 em Portugal ou de portugueses) revelados em fevereiro. Para além do projeto do Atelier do Corvo foram selecionados para o prémio os trabalhos dos arquitetos Matos Gameiro e Pedro Domingos, pelo novo edifício da biblioteca e arquivo municipais de Grândola, e o Domitianus Arquitetura, pelo desenho do novo acesso exterior à Basílica da Estrela, em Lisboa.

Em fevereiro será divulgada uma lista de cinco finalistas e os vencedores serão conhecidos em abril.

O Prémio da União Europeia para Arquitetura Contemporânea Mies van der Rohe é uma iniciativa da Comissão Europeia e da Fundação Mies van der Rohe e conta, para a edição de 2022, com 532 projetos nomeados de 41 países, considerados concluídos entre outubro de 2018 e abril de 2021.

Recorde-se que também este ano, o Atelier do Corvo foi distinguido com o prémio da Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA) na categoria de Arquitetura. (notícia aqui)

Atualização
21/09/2021 17:01:00
Partilhe