COVID19

Universidade e Câmara Municipal unidas no combate à pandemia

Posto de testagem na Praça da República já está em funcionamento. Das 18 às 23 horas, é possível fazer testes gratuitos à COVID, sem marcação prévia.

17 dezembro, 2021≈ 2 mins de leitura

Reitor da UC e Presidente da CMC estiveram presentes na abertura oficial do centro de testagens na Praça da República

© UC | Marta Costa

Uma medida "necessária" numa altura em que "farmácias e laboratórios não estavam a conseguir responder à procura", a Praça da República tem a partir de agora um centro de testagem à COVID-19. Uma parceira entre a Universidade de Coimbra (UC) e a Câmara Municipal de Coimbra (CMC), a funcionar todos os dias das 18 às 23 horas, à exceção de domingos e dos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro.

"Criada a necessidade, competia à Câmara Municipal dar o seu contributo e procurámos fazê-lo em conjunto com a Universidade de Coimbra", explica o presidente da CMC, José Manuel Silva. De acordo com o responsável, "a Praça é o centro da diversão noturna da juventude" e o horário foi escolhido porque "à noite não havia alternativas de fácil acesso". Com duas equipas a trabalhar em paralelo e a possibilidade de fazer 60 testes por hora, o novo centro de testagem tem como objetivo "contribuir para o controlo à pandemia", acrescenta José Manuel Silva. "Para os jovens terem acesso facilitado à testagem, para conviverem e terem acesso à noite de Coimbra".

Sem data definida para encerramento do centro de testagem, o presidente da CMC revela que esta "será em função da necessidade e da evolução da pandemia".

A testagem é garantida pelos meios técnicos e humanos do Laboratórios de Análises Clínicas da UC. Por sua vez, a CMC disponibiliza administrativos, bem como todo o apoio logístico.

"É uma necessidade que sentimos que existia quando detetámos uma afluência acima do normal de testes no Laboratório [da UC]", acrescenta o Reitor da UC, Amílcar Falcão. De acordo com o responsável, a Praça da República "era o espaço adequado" para o Centro de Testagem pois cria "uma oportunidade de fazer testagens diárias" aos jovens, ao mesmo tempo que "poderá colmatar as necessidades que existem atualmente". De acordo com Amílcar Falcão, a Universidade de Coimbra está ainda disponível para continuar a apoiar o combate à pandemia, garantindo que "se for necessário aumentar [o apoio], aumentamos". "A UC tem esta obrigação, é a sua missão social", acrescenta.

A Universidade de Coimbra, através do Laboratório de Análises Clínicas da UC já realizou cerca de 200 mil testes à COVID-19 desde o início da pandemia.