“As estruturas não podem parar” – renovado Protocolo de Integração entre DG/AAC e AA/OAF

Jan 15, 2021

Cerimónia decorreu na Sala do Senado da UC, a 15 de janeiro.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Protocolo AAC OAF MC2021
Fotografia: © UC | Marta Costa

Direção-geral da Associação Académica de Coimbra (DG/AAC) e Associação Académica de Coimbra/Organismo Autónomo de Futebol (AAC/OAF) renovaram o protocolo de integração junto do Reitor da Universidade de Coimbra (UC), Amílcar Falcão.

De acordo com Amílcar Falcão, “a aproximação da DG/AAC ao AAC/OAF só pode ser uma boa notícia”. “Um protocolo destes, na minha ótica, tem uma importância adicional pelo momento em que é assinado”, sublinhou o responsável, referindo que, numa “fase difícil para o desporto e para a cultura”, “as estruturas não podem parar”. “Um passo importante, decisivo, dado no sentido certo e dado no momento oportuno”, defende o Reitor da UC.

Entre os pontos destacados no protocolo, destaque para a criação de um associado único, em que os estudantes da UC, associados da AAC, se vão tornar automaticamente associados do OAF. Foi ainda referida a vontade de criação de um museu comum que dê destaque à história academista.

Reveja aqui a cerimónia:

Sobre o protocolo:
O primeiro Protocolo de Integração entre DG/AAC e AAC/OAF foi firmado em 1984, ano em que se deu a reaproximação da equipa profissional de futebol da Académica-OAF à “Casa-Mãe”, tendo Rui de Alarcão, então Reitor da Universidade de Coimbra, homologado o pacto entre as estruturas.
Volvidos mais de 35 anos sobre a assinatura do documento original, o presidente da DG/AAC, João Assunção, e o presidente da AAC-OAF, Pedro Roxo, renovaram o entendimento corroborado pelo Reitor da UC, Amílcar Falcão.

 

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »