Crianças do Jardim de Infância dos SASUC criam mascote para apoiar os atletas da UC nas Olimpíadas

Jul 26, 2016

Zeca vai ser apresentado durante a cerimónia de apresentação do renovado Pavilhão 1 do Estádio Universitário de Coimbra, a 26 de julho.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Maria Rita Palma, Luísa Soares, Maria Luís Rodrigues e Leonardo Espinosa. Estes são os nomes das quatro crianças do Jardim de Infância dos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra (SASUC) que desenharam uma mascote para apoiar os atletas portugueses nas Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro, Brasil.

Zeca, como foi batizada a mascote, é resultado de uma pesquisa feita sobre os Jogos Olímpicos, o Rio de Janeiro e, sobretudo, sobre os espaços da UC.  Através do desenho, as crianças homenagearam alguns dos principais ícones da cidade. O corpo da mascote e os olhos representam a Torre da UC, as pernas lembram as garças do rio Mondego e os braços são as asas dos morcegos da Biblioteca Joanina, uma delas que leva a tocha olímpica.

As cores também têm significado. Pintado por crianças de outras salas do Jardim de Infância dos SASUC, a mascote contém o azul, amarelo, preto, verde e vermelho, as cores dos anéis olímpicos, símbolo da competição.

Mascote SASUC

O Zeca foi confecionado pelo Espaço de Costura, Lavandaria e Engomadoria dos SASUC. Foto UC | Ana Zayara

 

A apresentação do Zeca vai ser realizada durante a cerimónia de inauguração do renovado Pavilhão 1 do Estádio Universitário de Coimbra (EUC), a 26 de julho pelas 17 horas, com a presença do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues. A mascote é uma homenagem aos atletas que vão representar não só Portugal, mas também a Universidade de Coimbra nos Jogos Olímpicos de 2016. No Rio de Janeiro, a UC vai contar com a participação de Diogo Carvalho (natação), Irina Rodrigues (atletismo) e Francisca Laia (canoagem).

As obras de requalificação de parte do complexo desportivo permitem a reabilitação de dois edifícios já existentes no EUC, que vão passar a ser utilizados para a prática de mais de 20 modalidades de exterior e de pavilhão.

 

Reportagem de Ana Zayara, estudante de Jornalismo e Comunicação na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »