João Assunção toma posse como presidente da Associação Académica de Coimbra

Dez 3, 2020

Tomada de posse dos órgãos gerentes - Direção-geral e Mesa da Assembleia Magna - acontece a 3 de dezembro, pelas 18 horas, no Pavilhão Jorge Anjinho.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

João Assunção MC2020
Fotografia: © UC | Marta Costa

Em novembro, os estudantes da Universidade de Coimbra (UC) foram chamados às urnas. A lista encabeçada por João Assunção venceu e hoje, 3 de dezembro, o estudante de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra assume a presidência da Direção-geral da Associação Académica de Coimbra (AAC). A equipa, em conjunto com a Mesa da Assembleia Magna, presidida por João Lincho, tomam posse como os órgãos gerentes da Academia, no Pavilhão Jorge Anjinho.

“Gostaria que a AAC conseguisse intervir politicamente a nível nacional, e voltasse a ter maior impacto nas suas reivindicações políticas”, começa por afirmar o novo presidente da DG/AAC. De acordo com João Assunção, “a aproximação à cidade” é outro dos objetivos para o mandato. Enquanto natural de Coimbra, considera que “os autóctones tem muito a oferecer a Coimbra, mas nós também temos muito a oferecer de volta e não faz sentido estarmos de costas voltadas”. O dirigente estudantil recorda que “os melhores momentos da história [da cidade e da academia] foi quando se conseguiu estabelecer um pacto, entre o estudante e o futrica, que conseguiu trazer novos avanços para as duas comunidades”.

Finalmente, João Assunção assume como terceiro grande objetivo para o mandato “a aproximação aos antigos estudantes”. “Gostava que voltassem a sentir a casa e gostava que sentissem que a casa os continua a representar, nos seus valores e na sua intervenção”, sublinha.

As eleições para os órgãos gerentes da AAC, Direção-geral e Mesa da Assembleia Magna, decorreram a 19 de novembro com duas listas candidatas. A lista G – Académica de Gerações, encabeçada por João Assunção para a DG/AAC e com João Lincho para a presidência da Mesa da Assembleia Magna, venceu o escrutínio com 90.68 por cento dos votos e 89.93 por cento dos votos, respetivamente. A lista concorrente, Lista F – Outro Futuro para a Académica, era encabeçada por Diogo Vale para a DG/AAC e Matilde Ferreira para a Magna.

Marta Costa

 

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »