Cerca de 200 membros da comunidade académica da Universidade de Coimbra (a maioria estudantes finalistas das Faculdade de Medicina e de Farmácia) estão a colaborar como voluntários no apoio à vigilância epidemiológica no âmbito da COVID-19, na Região Centro do País. Esta bolsa de voluntários, dinamizada pela Universidade de Coimbra em resposta às necessidades dos serviços de saúde, teve em consideração a atual situação epidemiológica e os constrangimentos causados pelo aumento exponencial de casos registados nas últimas semanas.

Em colaboração com o Departamento de Saúde Pública da Administração Regional de Saúde do Centro (ARS Centro), os voluntários mobilizados pela Universidade de Coimbra (incluindo também docentes, investigadores e membros do corpo técnico) vão apoiar a realização de inquéritos epidemiológicos, sob a gestão e supervisão de médicos de saúde pública, sendo o seu contributo essencial para cortar cadeias de transmissão da COVID-19.

Respondendo ao apelo efetuado, a bolsa de voluntários da Universidade de Coimbra foi formada – em articulação com as direções da Faculdade de Medicina, da Faculdade de Farmácia, do Centro de Neurociências e Biologia Celular e do Instituto de Investigação Clínica e Biomédica de Coimbra da UC – e colocada ao dispor das autoridades de saúde em menos de 72 horas, estando grande parte dos voluntários em formação específica e a prestar já apoio a diversas unidades de saúde pública da Região Centro.

Esta colaboração com as autoridades de saúde junta-se a outras iniciativas que a Universidade de Coimbra tem vindo a desenvolver, desde março de 2020, no combate à COVID-19. “Nestes tempos de incerteza, a UC tem feito tudo o que está ao seu alcance para contribuir para o esforço nacional no combate à pandemia. O envolvimento destas de voluntários que, de forma generosa, vão participar na tarefa de vigilância epidemiológica é mais uma prova do envolvimento da comunidade da Universidade de Coimbra nesta causa”, afirma o Reitor da UC, Amílcar Falcão.

Estamos sempre disponíveis a colaborar com as autoridades de saúde no combate à pandemia

“Estamos sempre disponíveis a colaborar com as autoridades de saúde no combate à pandemia, como é exemplo o Laboratório de Análises Clínicas da UC, que já realizou dezenas de milhar de testes de diagnóstico da COVID-19 desde abril do ano passado. De igual forma, através da investigação e na inovação, agregadas na plataforma UC Against Covid-19, queremos continuar a contribuir com o nosso conhecimento para a resolução dos problemas criados pela pandemia nas mais diversas áreas”, acrescenta Amílcar Falcão.

João Pedro Pimentel, Diretor do Departamento de Saúde Pública da Administração Regional de Saúde do Centro, vê a constituição desta bolsa de voluntários da Universidade de Coimbra como uma “mais-valia que irá certamente ajudar a optimizar a vigilância epidemiológica, ao juntarem-se às dezenas/centenas de profissionais que estão no terreno, procurando com sua ação a interrupção das cadeias de transmissão, com vista à diminuição do número de novos casos de COVID-19 e à redução da intensa procura dos serviços de urgência e internamento dos hospitais”. “Este género de relação institucional entre a ARS Centro e a Universidade de Coimbra não é inédito, salientando-se antes um conjunto acões comuns que vem sendo desenvolvidas em prol da saúde da comunidade”, conclui.

 

Rui Marques Simões

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »