O Teatro Académico de Gil Vicente recebe hoje, pelas 19h00, o concerto “Schubert, Debussy e Messiaen: O Princípio e o Fim do Tempo”, pelo DSCH – Schostakovich Ensemble. O momento musical conta com o prelúdio científico: “O Tempo na Economia”, por Álvaro Garrido, Diretor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (consultar programa aqui).

O concerto faz parte de um ciclo de concertos, promovido pelo Ministério da​ Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), com prelúdio científico “O Tempo na Música e na Ciência” e comissariado pelo pianista Filipe Pinto-Ribeiro.

O concerto, gratuito mas com lotação limitada devido às atuais contingências, vai ser transmito em direto em https://videocast.fccn.pt/live/sec-geral_mec/ocrtmn. É necessário levantar os bilhetes nas bilheteiras dos diversos locais dos concertos. A sala terá lugares marcados e a entrada só será feita com o respetivo bilhete.

No âmbito do projeto EXARP, o MCTES propôs realizar um ciclo de concertos comentados sobre o Tempo, um cruzamento entre as Ciências e a Música, com o intuito de estabelecer simbioses criativas e de estimular a capacidade de reflexão e de espírito crítico, tendo em vista o enriquecimento científico e cultural de públicos cada vez mais vastos e heterogéneos, com especial atenção ao público escolar.

A iniciativa integra-se nas comemorações dos 25 anos da criação do MCTES.

O próximo concerto acontece a 24 de novembro, no Mosteiro de São Bento da Vitória, no Porto, com  “Vivaldi e Mozart: O Tempo das Estações”, por Liza Ferschtman (violino e direção) e Ensemble Festival Verão Clássico. O prelúdio científico será dedicado ao tema “O Tempo na Biodiversidade”, por Sara Magalhães.

O programa dos concertos pode ser consultado aqui.

 

o-tempo-cartaz-horizontal-1024x666

 

Milene Santos (com MCTES)

 

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »