Fernando Manuel da Silva Rebelo faleceu na manhã de 9 de outubro de 2014. Foi vice-Reitor da Universidade de Coimbra (UC) de 1986 a 1996 e Reitor de 1998 a 2002. Fernando Rebelo licenciou-se em Geografia em 1966 na Faculdade de Letras (FLUC), doutorou-se nove anos depois em Geografia Física. Hoje, a bandeira da Torre da UC está a meia haste, em memória da figura incontornável na história da geografia e da universidade, mas também em memória do homem que foi Fernando Rebelo.

Fernando Seabra Santos foi vice-reitor durante o mandato de Fernando Rebelo e recorda o “colega e amigo” como “um grande professor universitário”. Seabra Santos orgulha-se de que, enquanto reitor, conseguiu “desenvolver e concretizar alguns dos projectos que ele [Fernando Rebelo] lançou”. O Instituto de Investigação Interdisciplinar ou o Pólo 3 das ciências da saúde são alguns exemplos.”Ele mudou a minha vida quando me convidou a ser vice-reitor”, afirma. “Guardo dele a memória do homem que me deu asas e me deixou voar”, recorda Fernando Seabra Santos.

“Guardo dele a memória do homem que me deu asas e me deixou voar”, recorda Fernando Seabra Santos

O docente da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UC relembra ainda o “dia simbólico da saída dos carros dos Gerais”. “Na altura era um imenso estacionamento automóvel, que não dignificava em nada a Universidade”, adianta. “Foi um processo que depois foi concretizado com a preparação da Candidatura da UC a Património da Humanidade”, explica Seabra Santos. A distinção, conseguida no reitorado de João Gabriel Silva, foi iniciada formalmente com Fernando Seabra Santos, “mas com antecedentes que remontam ao doutor Fernando Rebelo”. “Retenho disto tudo a consciência forte – que ele tinha – de que cada um de nós não é senão uma peça, um tijolo de um edifício que, ao longo dos anos e dos séculos, vai construindo a Universidade todos os dias”.

De acordo com nota da direção da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra “o corpo do saudoso Senhor Reitor Doutor Fernando Rebelo encontra-se em câmara-ardente na Capela de São Miguel da UC e que o funeral se realizará amanhã, dia 10 de outubro, às 14h30, seguindo para o Cemitério da Conchada”.

 

Nota Biográfica: Para além dos cargos de Reitor e Vice-Reitor,  Fernando Rebelo foi ainda professor convidado em várias universidades europeias, como por exemplo, da Universidade de Paris I (Panthéon-Sorbonne), Universidade de Limoges, Universidade dos Açores, Universidade de Lisboa e Porto. Era Professor Catedrático Jubilado da FLUC desde 1982, e recebeu vários prémios e distinções, de que são exemplos a Medalha Dourada da Câmara Municipal de Valongo (1998); o título de Professor Emérito da Universidade de Santa Cecília (UNISANTA), de Santos, Brasil (1999); a Grã -Cruz da Ordem de Mayo al Mérito, Nación Argentina (2001) e Grande Oficial da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, Brasil (2002).
Como autor, Fernando Rebelo publicou várias obras como Percurso de um Reitor da Universidade de Coimbra (1998-2002) (2002), Riscos Naturais e Acção Antrópica (2003), Reflexões Sobre a Vida Universitária (2004), Uma Experiência Europeia em Riscos Naturais (2005), Viagens pelo Brasil. Impressões de um Geógrafo, Memórias de um Reitor (2006),  A Geografia Física de Portugal na Vida e Obra de Quatro Professores Universitários: Amorim Girão – Orlando Ribeiro – Fernandes Martins – Pereira de Oliveira (2008),Geografia Física e Riscos Naturais (2010), e Portugal: Geografia, Paisagens e Interdisciplinariedade (2013).

 

Pode ver aqui a Aula de Jubilação de Fernando Rebelo, que teve lugar a 16 de setembro de 2013.

Redes Sociais

4 comentários a “A Geografia perdeu um dos seus líderes”

  1. Alfeu Sá Marques diz:

    Um enorme Senhor Professor e um dos que honraram a Universidade de Coimbra com o trabalho de uma Vida. Muito obrigado Professor Fernando Rebelo

    • Raquel diz:

      Um Professor com letra bem grande, um Amigo e um Mestre que nos ensinou a crescer como pessoas e como geógrafos principalmente no meu caso no campo da Geomorfologia. Recordarei para sempre o trabalho sobre os “Ravinamentos na área de Condeixa”. Obrigada Professor Doutor Fernando da Silva Rebelo pelo que nos deu. Luciano, preserva a imagem Dele. Ouvi as tuas palavras. Dá continuidade ao trabalho deste Homem.
      Raquel

  2. Maria isabel Teixeira Gomes diz:

    Um grande Humanista na verdadeira acepção da palavra. Alguém que se revia nos problemas de quem com ele convivia, quer como docente, estudante ou funcionário. Mais que um Reitor, tive-o sempre por um Amigo. Muito obrigado Magnífico Reitor.

  3. Ana Bela Moreira diz:

    O Professor Fernando Rebelo ensinou-me que se pode ensinar e aprender, sistematizando o conhecimento sem nunca o fechar, num espaço em que não se pudessem estabelecer conexões com outros saberes. Aprendi a gostar de Geografia Física com ele.
    A erosão antrópica era uma temática nova para a época (início dos anos 80) e a cara de espanto dos alunos quando saiu uma pergunta sobre o tema, na nossa 1ª frequência, na faculdade!
    Recordo o sorriso e o respeito com que sempre nos tratou e o profissionalismo que transmitia nas suas aulas.
    Esta é a minha homenagem e de mais dois colegas que foram seus alunos ( que agora são professores de Geografia) e que estão no mesmo Agrupamento de escolas, em Faro. Obrigada!

« »