Caminhos passados, presentes e futuros de um museu médico e universitário

Mar 26, 2019

A conferência e a visita guiada ao espaço museológico tem lugar a 28 de março a partir das 17h30 no Pólo I da UC.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Antiga sala de autópsias
Fotografia: © UC | Karine Paniza

Um museu que já percorreu muitos caminhos desde a sua criação em 1822 e que “continua vivo”. A iniciativa “Caminhos de um Museu Médico e Universitário” quer contar um pouco da história do Museu de Anatomia Patológica da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC) e o seu futuro.

O espaço, que alberga um acervo que iguala os seus congéneres europeus, como Florença e Viena, possui “uma enorme quantidade de espécimes como modelos de cera, peças preservadas em meio líquidos e secos”, explica Rosa Gouveia, uma das organizadoras do evento. A responsável revela que o Museu de Anatomia Patológica da FMUC conta ainda com “microscópios e livros raros que dão origem a uma enorme variedade de materiais”.

“O Museu está sempre a ser visitado, serve aos alunos e ainda está aberto para qualquer pessoa que queira aprender mais sobre o nosso próprio passado”, destaca a organizadora.

Para além da visita, a organização tem programada uma conferência. Um dos objetivos é refletir sobre os caminhos futuros para a manutenção e melhoria dos museus universitários médicos. “Numa perspectiva atual, em que a informática e a electrónica dominam o ensino, qual é o seu interesse e qual será o seu destino?”, questiona Rosa Gouveia.

A conferência e a visita guiada ao espaço museológico tem lugar a 28 de março a partir das 17h30 no Antigo Anfiteatro de Autópsias, Pólo I da Universidade de Coimbra.

Mais informação sobre o evento aqui.

 

Conheça toda a programação da 21.ª Semana Cultural da Universidade de Coimbra aqui.

 

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »