Mosteiro de Santa Clara-a-Nova continua como o principal espaço da edição 2019 da bienal Anozero

Out 10, 2018

O curador Agnaldo Farias quer consolidar a relação entre o edifício e o espaço que serviu de casa à última edição do evento.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Agnaldo Farias, curador da bienal Anozero 2019 e uma equipa de três curadores adjuntos (Lígia Afonso, Julia Buenaventura e Nuno Rocha), estão em Coimbra para visitar os espaços que poderão vir a acolher a terceira edição do evento.

Conversámos com o curador no Jardim Botânico da UC, onde nos confirmou que o Mosteiro de Santa Clara-a-Nova vai continuar como o espaço central do evento e levantou a ponta do véu sobre outros possíveis locais.

agnaldo

 

Na foto – Da esquerda para a direita: Lígia Afonso (Lisboa), Agnaldo Farias (São Paulo), Julia Buenaventura (Bogotá), Nuno Rocha (Berlim).

F. Fernandes e Milene Santos

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »