O Consórcio Coimbra Health, membro da M8 Alliance, constituído pela Universidade de Coimbra (UC) e Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), esteve presente na 11ª edição do World Health Summit, um dos mais reputados fóruns de discussão internacional que aborda os temas da saúde global.

Durante a Assembleia da M8 Alliance, o Coimbra Health viu aprovada a sua proposta para a realização de um Expert Meeting em Saúde da Mulher, que reuniu grande apoio entre os seus congéneres. Trata-se de um importante evento que conta com o apoio institucional da M8 Alliance. Recorde-se que, no passado mês de julho, a Universidade de Coimbra organizou o “Women’s Health Forum: pushing boundaries through leadership”, que serviu para agregar especialistas nacionais e internacionais à volta deste tema, tendo sido uma iniciativa piloto que veio reforçar a candidatura agora aprovada.

A delegação do Coimbra Health foi constituída pelo Pró-Reitor para a Saúde, José Pedro Figueiredo (em representação do Reitor da UC); pela diretora de projeto Coimbra Health UC, Marta Passadouro; pelo Presidente do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Fernando Regateiro; pela diretora de projeto Coimbra Health CHUC, Diana Breda e por Maria João Quadrado, em representação da Faculdade de Medicina da UC. O World Health Summit 2019 teve lugar em Berlim, de 24 a 27 de outubro.

A Saúde da Mulher é um pilar basilar das ações do Coimbra Health e um tema central nas políticas globais como forma de atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. A Universidade de Coimbra e o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra pretendem, sobre a égide do Coimbra Health, encetar esforços para organizar a primeira edição deste evento estratégico sobre a Saúde da Mulher, em 2021.

A Women in Global Health (WGH) é um movimento que advoga pela equidade de género na liderança em saúde, constituído por uma crescente rede global de capítulos nacionais, empenhado em apoiar os governos na implementação de seus compromissos para a cobertura universal de saúde. Também durante a World Health Summit, e contando com o patrocínio institucional da Embaixada Portuguesa em Berlim, realizou-se uma sessão de networking para apresentação do Capitulo Português da WGH e das suas co-fundadoras, Marta Passadouro e Diana Breda. A iniciativa contou com a presença da Ministra da Saúde do Uganda e da Ministra da Saúde da Guiné- Bissau.

 

Milene Santos (com Coimbra Health)

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »