a carregar...

A jornada jesuíta entre Portugal e o Mundo

Set 25 • Sem comentários em A jornada jesuíta entre Portugal e o Mundo

A exposição Visto de Coimbra está patente no Museu da Ciência da UC até 18 de março.

PartilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Email this to someone

Em 1626, e antes de partir para a Ásia, Cristóvão Borri criou uma gravura da lua que foi publicada, na obra Colecta Astronomica, de 1629. “Visto de Coimbra é a primeira ilustração científica depois da de Galileu [16 anos antes, na obra Siderius Nuncius], e foi feita em Coimbra”, conta a diretora do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra, Carlota Simões. Por outro lado, antes de partirem em missão, os padres jesuítas levavam consigo também um carimbo, o “Visto de Coimbra”. E foi a leitura dupla que inspirou o título da nova exposição temporária do Museu da Ciência da UC: “Visto de Coimbra – Os jesuítas entre Portugal e o mundo”.

A exposição, “com pouco mais de 100 m2” junta “mais de duas centenas de objetos”, revela Pedro Casaleiro, também da direção do Museu. “Gostávamos que fosse o embrião de uma exposição permanente”, acrescentou o responsável.

Mais informações sobre a exposição Visto de Coimbra podem ser encontradas aqui.

 

Texto de: Marta Costa

Redes Sociais

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*

« »

oo