a carregar...

UC e Justice Rapid Response reforçam a capacidade médica forense da região do Curdistão

Set 25 • Sem comentários em UC e Justice Rapid Response reforçam a capacidade médica forense da região do Curdistão

O projeto foi organizado a pedido do Governo Regional do Curdistão

PartilheShare on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Email this to someone

Duarte Nuno Vieira
O diretor da FMUC, Duarte Nuno Vieira, foi um dos coordenadores do curso
Fotografia: © UC | Carina Monteiro

A Universidade de Coimbra (UC), através do Departamento de Medicina Legal, Ética e Direito Médico da Faculdade de Medicina e do Laboratório de Antropologia Forense da Faculdade de Ciências e Tecnologia, e a organização internacional Justice Rapid Response (JRR) promoveram um curso de formação dirigido a médicos forenses da região iraquiana do Curdistão, que decorreu entre 15 e 19 de Setembro em Coimbra.

O curso teve por objetivo «reforçar a capacidade do Iraque e do Governo Regional do Curdistão para a abordagem pericial de situações relacionadas com as atrocidades que vêm sendo cometidas na região. A formação incidiu sobre aspetos de patologia e antropologia forenses, nomeadamente sobre questões relacionadas com a exumação, identificação e análise de restos humanos, e sobre os desafios específicos relacionados com valas comuns», explicam os professores Duarte Nuno Vieira e Eugénia Cunha, coordenadores do curso e membros do grupo de peritos da JRR.

Os peritos médicos iraquianos vão aplicar as técnicas que aprenderam nas autópsias e identificações de restos mortais de vítimas. «As competências adquiridas serão também essenciais para investigações mais amplas relacionadas com as atrocidades em massa que têm sido cometidas na região. Os médicos que frequentaram o curso irão agora partilhar o que aprenderam com os colegas das instituições em que trabalham, contribuindo para reforçar a capacidade local de resposta», observa Duarte Nuno Vieira.

Organizado a pedido do Governo Regional do Curdistão, «este projeto foi possível graças ao apoio generoso do Governo da Dinamarca (MENA), através do Programa de Médio Oriente e Norte de África da JRR e faz parte de esforços mais amplos que a JRR tem desenvolvido para apoiar áreas particularmente afetadas por conflitos, como sejam a Síria e o Iraque», afirma o catedrático FMUC.

Redes Sociais

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


*

« »

oo