No sábado, 11, com a colaboração da Cátedra UNESCO em Biodiversidade e Conservação da Universidade de Coimbra, a cidade angolana de Lubango vai acolher um evento especial de reflexão sobre o mundo natural: a instituição conimbricense promove, em conjunto com o Instituto Superior de Ciências de Educação da Huíla (ISCEDHuíla), um Museu Pop Up com o tema “Eu e a Natureza”. A iniciativa decorre entre as 10:00 e as 13:00, no jardim do Museu Regional da Huíla.

“Eu e a Natureza” vai ser a primeira apresentação em Angola de um Museu Pop Up, conceito de exposição temporária (desenvolvido pelo Museu de Arte e História de Santa Cruz, EUA) que vive da contribuição dos seus visitantes/participantes. Cada pessoa que queira participar traz um objeto (dentro do tópico) para compartilhar com a comunidade, escreve uma legenda com a descrição e o contexto do objeto e ele fica a fazer parte desta colecção temporária. “Com este tipo de eventos pretende-se criar um espaço de conversa e partilha de conhecimento entre os participantes e visitantes. Valoriza-se os objetos e experiências pessoais que cada um traz neste contexto de museu informal, onde as barreiras normalmente impostas nessas instituições (não tocar, não fazer barulho, etc.) são retiradas. Os participantes tornam-se assim curadores de uma coleção comunitária e que existe apenas durante algumas horas”, descreve o diretor do Jardim Botânico da UC e colaborador da Cátedra UNESCO, António Gouveia, um dos responsáveis pela organização da iniciativa.

Com o tema “Eu e a Natureza” a organização pretende criar um espaço de reflexão sobre a relação de cada um dos participantes com a biodiversidade e o mundo natural, através dos objetos e histórias que são convidados a partilhar. ““O tema proposto é de extrema atualidade, pois pretende estimular a reflexão sobre a complexa, mas muito próxima relação que temos com o meio ambiente e os recursos naturais, e o papel que temos na sua preservação e uso sustentável”, sublinha António Gouveia.

A exposição temporária é apresentada no Lubango no âmbito do seminário em Comunicação de Ciência do Mestrado em Ecologia e Gestão dos Recursos Naturais do ISCED-Huíla, em colaboração com a Cátedra UNESCO em Biodiversidade e Conservação para o Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Coimbra (UC) e o Centro de Ecologia Funcional da UC. A organização do evento está a cargo de António Gouveia, Teresa Girão (Comunicadora e Gestora de Ciência do Jardim Botânico da Universidade de Coimbra), Fernanda Lages (professora do ISCED-Huíla) e Soraia Santos (diretora do Museu Regional da Huíla).

 

Rui Simões

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »