Entre 6 e 8 de setembro, Coimbra acolhe o X Congresso Ibérico de Gestão e Planeamento da Água “Fluxos de água, fluxos de vida: 20 anos de continuidade de uma nova cultura da água”. São vinte anos, desde o primeiro Congresso Ibérico, em Saragoça, em setembro de 1998, a contribuir para a construção de uma nova cultura da água, ancorados na Fundação Nova Cultura da Água (FNCA), de Espanha.

Este ano o congresso é coorganizado pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) e pelo Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), sendo copresidentes da comissão organizadora os professores João Pedroso de Lima (Universidade de Coimbra) e Francesc La-Roca (Universidad de Valencia).

Na quarta-feira, dia 5 de setembro, pelas 17 horas, os vinte anos do congresso são celebrados através de uma mesa redonda aberta ao público, que se realiza no Exploratório Centro Ciência Viva de Coimbra, onde sócios destacados da Fundação Nova Cultura da Água, como João Bau, Susana Neto, Pedro Arrojo e Narcís Prat, irão perspetivar a trajetória da nova cultura da água em Espanha e Portugal, atendendo às ações passadas e antecipando desafios futuros. A sessão é moderada pela professora Helena Freitas, da FCTUC.

Mais informação sobre o congresso disponível aqui.

 

Cristina Pinto

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »