Silêncio que se vai ouvir a Serenata Monumental

Mai 3, 2018

Com o bater da meia noite arranca oficialmente a Serenata Monumental da Queima das Fitas 2018

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Serenata QueimadasFitas 2017 MC
Momento da Serenata Monumental de 2017
Fotografia: © UC | Marta Costa

Como é tradição, é com o bater das 12 badaladas que nas escadas da Sé Velha vão começar os primeiros acordes das guitarras. Afinam-se as vozes e as cordas, e começa a ouvir-se a Canção de Coimbra.

A Serenata Monumental, como é habitual, é da responsabilidade dos grupos de fado da Secção de Fado da Associação Académica de Coimbra. Em 2018, de quinta, 3, para sexta-feira, 4 de maio, os grupos Capas ao Luar, Distância, Desassossego e Ad AEternum vão estar no cimo das escadas a manter a tradição.

Arranca com Canção de Coimbra a festa dos estudantes, com as Noites do Parque a terem lugar de 4 a 11 de maio.

 

Alinhamento as Serenata Monumental de 2018:
 Capas ao Luar:
 Maio de 78 – Dr. Jorge Gomes
Quando os sinos dobram – Eduardo Tavares de Melo
O meu desejo – Luiz Goes
Variações em Ré Maior – Arthur Paredes
 Distância:
 *Aurora – letra: Miguel Torga, música: Sérgio Pereira
*Sonharei – letra e música: Flávio Costa, arranjo: Francisco Costa
Valsa em Sol – Flávio Rodrigues
*A noite mais fria – letra: Daniel Monteiro, música: Daniel Monteiro/David Bidarra
 Desassossego:
 *Canção à Deriva – Emmanuel Nogueira
Porto Santo – Carlos Paredes
O Cavaleiro e o Anjo – José Afonso
Romagem à Lapa – letra: Leonel Neves, música: Luiz Goes
*Variações em Lá Menor – Emmanuel Nogueira
 Ad Aeternum:
 Canção Pagã – letra: Leonel Neves, música: Luis Goes
*Balada para um Amanhã – João Teixeira e Tiago Zé
Variações em Si Menor – A. Paredes
*Fado da Solidão – João Teixeira e Tiago Zé
Novo Canto – Capas Negras
Despertar – Carlos Paredes
*Balada de Despedida de 2018 – Ad Aeternum
Balada de Coimbra – José Elyseu, arranjo: Artur Paredes
*tema original

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »