Atendendo à premente necessidade de combater as desigualdades entre mulheres e homens no mercado de trabalho, foi aprovado o projeto “Equality Platform and Standard”, financiado pelo Programa Conciliação e Igualdade de Género do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu (EEA Grants 2014-2021), promovido pela Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE), e que tem como parceiros nacionais o Instituto Português da Qualidade (IPQ) e o GEP/MTSSS Gabinete de Estratégia e Planeamento do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

Este projeto tem como finalidade a promoção da igualdade de género e o combate às persistentes disparidades de género no mercado de trabalho, sendo um dos seus objetivos a elaboração de uma Norma Portuguesa “Sistema de Gestão de Igualdade Salarial”, a publicar em meados de 2022.

Virgínia Ferreira tem estudado o modo como as relações sociais de sexo se expressam em vários fenómenos e processos e estruturas sociais, tendo em conta: as mudanças económicas e políticas; a regulação do mercado de trabalho; as transformações tecnológicas; os regimes de bem-estar e outras instituições sociais; e as atitudes e práticas das mulheres e dos homens no trabalho, no emprego e na esfera doméstica.

O propósito da Comissão Técnica de Normalização sobre Igualdade Salarial do IPQ, que Virgínia Ferreira agora integra, é o de produzir documentos normativos que visem auxiliar as empresas e as organizações a estabelecer e a implementar um Sistema de Gestão de Igualdade Salarial.

 

FEUC

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »