Syn2Psy arrancou em Coimbra

Set 27, 2019

Programa de doutoramento internacional é coordenado pelo CNC/UC e envolve 14 estudantes de doutoramento.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Kick off meeting Syn2Psy MC2019
Fotografia: © UC | Marta Costa

Diogo Soares começa agora o Doutoramento, no Instituto Interdisciplinar em Neurociências em Bordéus, França, no âmbito do Syn2Psy. Foi um dos 14 que entrou no programa de formação do consórcio internacional coordenado pelo Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra (CNC/UC). Durante os próximos quatro anos, pretende analisar diferentes “modelos de autismo, para estudar a dinâmica de recetores em neurónios do hipocampo”, explica. Diogo Soares quer perceber como os neurónios atuam “e como é que isso pode estar envolvido em sintomas de autismo”.

“Um doutoramento é sempre um desafio”, sublinha Diogo Soares. Para o estudante, a candidatura ao Syn2Psy surgiu como “uma excelente oportunidade para fazer o doutoramento”. “Um consórcio muito interessante, com planos fantásticos em posições diferentes”, conta. “Todos os projetos são fantásticos, com metodologias e técnicas diferentes em excelentes institutos, e com uma Bolsa Marie Curie, que é muito bem reputada”, acrescenta Diogo Soares.

Nos dias 26 e 27 de setembro, o Exploratório – Centro Ciência Viva da UC recebeu o primeiro encontro do Syn2Psy. “Temos aqui não só os 14 alunos como os respetivos orientadores das respetivas universidades europeias. E estão também presentes entidades parceiras do projeto”, refere a coordenadora, Ana Luísa Carvalho. A coordenadora do Syn2Psy explica que o objetivo, para além de dar início ao projeto, é “que as pessoas se conheçam e que os princípios comuns de funcionamento sejam discutidos”. De acordo com Ana Luísa Carvalho, pretende-se ainda “fomentar a colaboração científica e a troca de ideias entre as pessoas”.

 

Marta Costa e Karine Paniza

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »