Está a chegar a terceira temporada do ciclo Ciência às Seis

Nov 2, 2018

A primeira palestra acontece já a 7 de novembro.

PartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Rómulo de Carvalho 01 KP_2017
Fotografia: © UC | Karine Paniza

A 7 de novembro arranca a terceira edição do ciclo “Ciência às Seis”, promovida pelo Rómulo – Centro Ciência Viva. Até 10 de julho de 2019 estão previstas 15 palestras com o objectivo de “dar a conhecer aos cidadãos interessados o estado actual do conhecimento científico em diversas áreas da ciência”, explica a organização.

Com início previsto sempre pelas 18 horas e de acesso livre, o ciclo pretende ser novamente um “convite a uma viagem pela diversidade do conhecimento científico” em áreas como a “Climatologia a Astronomia, a Astrobiologia, a Biologia, a Física, a Fotografia, a Ilustração de Ciência, o Jornalismo de Ciência, a Matemática, as Neurociências, as Pseudociências”, adianta ainda a organização.

Segue-se a programação completa do ciclo:

2018
7 de Novembro– “As primeiras representações da Ciência no Teatro: um percurso de aldrabões”, por Mário Montenegro, director artístico da Marionet e investigador integrado do CEIS20.
21 de Novembro – “A Matemática é um superpoder”, por Inês Guimarães, estudante de matemática Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, youtuber, criadora do canal “MathGurl” no youtube.
5 de Dezembro– “Algumas Lições dos Incêndios de 2017”, por Domingos Xavier Viegas, Professor Catedrático do Departamento de Engenharia Mecânica da UC e Director do Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais.
17 de Dezembro – “Comunicação Visual em Ciência”, por Diana Marques, ilustradora no Museu de História Natural de Nova Iorque.
2019
9 de Janeiro – “Florestas marinhas: uma viagem pelo passado, presente e futuro”, por Ester Serrão, investigadora do Centro de Ciências do Mar (CCMAR) e Professora associada da Universidade do Algarve.
30 de Janeiro – “Será que os jornalistas sabem falar de Ciência?”, por Vera Novais, Bióloga e Jornalista de Ciência do jornal online O Observador.
13 de Fevereiro – “Percursos Paralelos, Ciência, Fotografia e História no Conhecimento”, por Alexandre Ramires, historiador da fotografia.
13 de Março – “Alterações climáticas: das evidências observacionais à modelação do clima futuro”, por Pedro Matos Soares, físico, investigado em climatologia na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.
27 de Março– “Ciência e Religião. Deus ainda tem futuro?”, por Anselmo Borges, padre católico, teólogo, ensaísta português, professor na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
24 de Abril – “Procura de vida em Marte: passado, presente e futuro”, por Zita Martins, principal astrobióloga portuguesa, professora no Instituo Superior Técnico de Lisboa.
15 de Maio – “Quando a ciência é o alvo das teorias da conspiração”, por João Monteiro, Biológo, co-fundador da Comcept – Comunidade Céptica Portuguesa, co-autor do livro “Não se deixe enganar”.
29 de Maio – “O Universo da Física de Partículas em que Vivemos”, por António Onofre, físico de partículas, investigador do Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas (LIP).
12 de Junho – “Biologia e Sociedade”, por José Matos, Bastonário da Ordem dos Biólogos.
26 de Junho – “O nosso cérebro é uma máquina imperfeita”, por João Júlio Cerqueira, médico, criador do Projecto Scimed – Medicina baseada na evidência.
10 de Julho – “Diálogos Astronómicos”, por Miguel Gonçalves, Coordenador Nacional da Sociedade Planetária, autor e apresentador da rúbrica “A última fronteira” na RTP.

 

Marta Costa

Redes Sociais

Os comentários estão fechados

« »